CARICOM: conheça a Comunidade do Caribe e sua atuação no cenário global

A Comunidade do Caribe, conhecida pela sigla CARICOM, é uma organização que promove a integração econômica e política entre os países do Caribe.

Fundada em 1973, a CARICOM tem sido um importante catalisador para o desenvolvimento regional, promovendo a cooperação em uma ampla gama de áreas, desde o comércio até a segurança e o desenvolvimento sustentável.

Tradicionalmente, a instituição organiza uma cúpula com líderes políticos dos países da região e convidados, a Conferência de Chefes de Governo da Comunidade do Caribe, na edição de número 46 em 2024, para tratar de temas sociais, econômicos e de sustentabilidade.

Nesta edição, o presidente Lula é convidado para a cúpula, com participação nesta quarta-feira (28/02). “Sabemos dos principais problemas que atingem a região: a insegurança alimentar, que, segundo o Programa Mundial de Alimentos, ameaça metade da população caribenha; e a mudança do clima, que coloca em risco todo o planeta, sobretudo os países insulares. Quero ressaltar que esses dois problemas estão no centro dos debates travados pelo Brasil nos fóruns internacionais. A luta do contra a desigualdade no mundo é também a luta das populações caribenhas”, detalhou sobre os pontos de encontro entre o Brasil e a região.

A CARICOM foi estabelecida com o objetivo principal de promover a integração econômica entre os países do Caribe, a fim de criar um mercado único e fortalecer a posição coletiva da região no cenário internacional. Além disso, a organização visa promover o desenvolvimento sustentável, melhorar o padrão de vida dos cidadãos caribenhos e fortalecer a cooperação em questões como saúde, educação e cultura.

A estrutura da CARICOM é composta por várias instituições, incluindo a Conferência dos Chefes de Governo, o Conselho de Ministros e a Secretaria CARICOM. A Conferência dos Chefes de Governo é o órgão supremo da organização, composto pelos líderes dos países membros, que se reúnem regularmente para discutir questões de interesse comum e tomar decisões políticas importantes.

O Conselho de Ministros é responsável por implementar as decisões da Conferência e supervisionar as atividades dos órgãos e agências da CARICOM. A Secretaria CARICOM, sediada em Georgetown, Guiana, serve como o principal órgão executivo da organização, coordenando e implementando as políticas e programas acordados pelos Estados membros.

A CARICOM atua em uma variedade de áreas-chave, incluindo comércio e desenvolvimento econômico, integração regional, cooperação em questões de segurança, saúde pública, educação e desenvolvimento humano. Um dos pilares fundamentais da organização é o Mercado Único e a Economia de Serviços (CSME), que visa facilitar o comércio e a livre circulação de bens, serviços, capital e mão de obra entre os Estados membros.

Ao longo de suas décadas de existência, a CARICOM tem desempenhado um papel crucial na promoção do desenvolvimento e da cooperação regional no Caribe. No entanto, a organização também enfrenta uma série de desafios, incluindo disparidades econômicas entre os Estados membros, questões relacionadas à segurança regional e a necessidade de fortalecer as instituições e mecanismos de governança da CARICOM.

Apesar dos desafios, a CARICOM continua a ser uma força motriz para a cooperação e integração no Caribe. Com um compromisso renovado com a implementação do CSME e o fortalecimento da cooperação regional, a organização está bem posicionada para enfrentar os desafios do século XXI e promover o desenvolvimento sustentável e a prosperidade para todos os cidadãos caribenhos.

Em resumo, a CARICOM desempenha um papel vital na promoção da cooperação e integração no Caribe, trabalhando para fortalecer a posição coletiva da região no cenário internacional e promover o desenvolvimento sustentável e o bem-estar de seus cidadãos.

Deixe um comentário