Junn.J verão 2021: não é a rua a verdadeira passarela?

Neste caso, as ruas de Seul. Junn.J apresenta seu verão 2021, SeoulSoul, com diálogo direto sobre as condições do mundo ao seu redor. Pedindo licença, coloca que a pandemia o fez olhar, metaforicamente e diretamente, para sua cidade-natal antes perto demais, mentalmente e fisicamente, para inspirá-lo.

Do mesmo pensamento vem o exercício de readequação de peças de inspiração bélica tão familiar, sobretudo as “de fora”, que ajudam a resguardar quem as veste dos perigos. O raciocínio é recorrente na marca; desta vez, vem também a partir do inverno 2020 apresentado em janeiro (que chega às lojas já já, pontos de esperteza). É recorrente na moda também para indicar proteção contra algo (“estamos sempre em guerra” e tal) e, aqui, serve homens e mulheres de maneira quase igual (é a terceira coleção feminina dele).

Junn.J verão 2021
Junn.J verão 2021

O jeans, a sarja, o náilon e o couro não precisam se preocupar com espaço, já que distanciamento é bem-vindo. Daí o gigantismo de lapelas, bolsos, ombros e jaquetas bomber, algo fácil de entender como aposta (a roupa casual enorme já é consolidada), mas que também dá poesia para seja o que for lançado criativamente hoje. Por baixo destes, mais uma expressão boa de vontades no vestido único que extravasa restrições sisudas (na coleção anterior, tudo era só pós-apocalíptico-fetichista). Primeiro o baque, depois a leveza.

Até o tricô agarrado, em suéter ou vestido, fica com cara atual instantaneamente pelas faixas pseudo-utilitárias em cada ombro (alô, comunidade DIY). Fora que refletir sobre Seul e sair com um uniforme militar é uma maneira, sim, bem diretona de invocar sua história.

Junn.J verão 2021
Junn.J verão 2021

A nova coleção foi apresentada neste sábado (11/07) parte da edição digital da semana de moda masculina de Paris (na física, ele desfila desde 2007, quando mudou o nome da marca para o seu). Veio através de filme um pouco distópico, um pouco real demais que coloca as peças em ação e em contexto nas ruas da capital sul-coreana. A pergunta do título é levantada pelo próprio designer, como se não fosse ele um dos que tem resposta válida. Vale o play acima!

Onde comprar Junn.J para receber no Brasil:

Deixe um comentário