Com o fim do TinyLetter, confira como exportar e migrar sua newsletter

Em anúncio compartilhado nesta quarta-feira (29/11), o Mailchimp revelou que vai fechar o serviço do TinyLetter, querida plataforma para newsletters fácil, grátis e muito usado por quem quis construir sua comnidade por e-mail nos últimos anos.

O TinyLetter ficará ativo até o próximo 24 de fevereiro de 2024, de acordo com carta enviada aos usuários da ferramenta. A mudança ocorre no momento em que Mailchimp ajusta seu foco para aprimorar ferramentas para profissionais de marketing e pequenas empresas; a decisão visa agilizar seus esforços e concentrar-se em seu produto principal Mailchimp.

Desde a aquisição da TinyLetter em 2011, o Mailchimp testemunhou a evolução da plataforma para um polo onde os criadores compartilham tanto seu trabalho e quanto cultivam rede próxima de leitores.

À luz dessas mudanças, o Mailchimp incentiva os usuários do TinyLetter a tomar medidas em torno de suas contas antes da data limite, aconselhando-os a exportar suas listas de assinantes, rascunhos, respostas e páginas de design. De acordo com o aviso, o Mailchimp simplificou o processo, permitindo downloads dos dados em formato CSV e também em HTML. Além disso, o serviço oferece ferramentas para converter HTML em texto para facilidade de uso.

O esforço é valioso porque grande parte dos usuários do TinyLetter apostavam na ferramenta justamente por ela não exigir nenhum conhecimento técnico e nem precisar de ajustes avançados para funcionar. Era só se cadastrar, informar os dados da newsletter e começar a se dedicar ao seu conteúdo.

Uma medida que merece atenção é que, após 29 de fevereiro de 2024, as imagens que foram subidas na plataforma do TinyLetter também serão apagadas. Assim, é importante fazer o download destes arquivos, sejam eles parte do design da newsletter, sejam parte da comunicação com os assinantes.

O TInyLetter vai fechar: aprenda a exportar seus dados e a migrar sua newsletter
O TInyLetter vai fechar: aprenda a exportar seus dados e a migrar sua newsletter

Usuários que desejarem migrar do TinyLetter para o Mailchimp contarão com a oferta de um mês grátis dos recursos premium da plataforma, segundo a empresa. Ainda de acordo com o Mailchimp, os usuários do TinyLetter receberão, antes do prazo final, novos alertas para garantir que nenhuma informação seja perdida de surpresa.

“A comunidade da TinyLetter e sas necessidades mudaram [ao longo dos anos], com alguns usuários migrando para o Mailchimp para escalar e monetizar suas newsletters, e alguns se mudando para serviços alternativos que se especializam para autores. Com tudo isso em mente, nós tomamos a decisão de fechar o TinyLetter e focar mais nos produtos do Mailchimp”, diz o comunicado oficial (leia abaixo).

O TInyLetter vai fechar: aprenda a exportar seus dados e a migrar sua newsletter
Mailchimp fechará TinyLetter: comnicado foi enviado aos usuários nesta quarta-feira (29.11)

Dicas para migrar e exportar seus dados de newsletter do TinyLetter

1. Exporte seus dados:

  • Faça login em sua conta TinyLetter e navegue até as respectivas páginas (assinantes, newsletters enviadas, rascunhos, respostas e páginas de design). Clique no botão “Exportar” localizado no canto superior direito para baixar seu conteúdo em formato CSV com HTML.
  • Utilize a ferramenta de conversão de HTML para texto do Mailchimp se preferir o formato de texto.

2. Salve imagens importantes:

  • Antes de 29 de fevereiro de 2024, baixe e salve todas as imagens enviadas para sua conta TinyLetter para garantir que sejam retidas após o encerramento de suas atividades.

3. Comunique-se com os assinantes:

  • Alerte seus assinantes sobre a transição de mecanismo, seja para o Mailchimp, seja para outra plataforma. Incentive-os a permanecerem inscritos e informe-os sobre as próximas mudanças.
TinyLetter vai fechar: confira como exportar assinantes e inscritos para migrar de plataforma
TinyLetter vai fechar: confira como exportar assinantes e inscritos para migrar de plataforma

4. Explore os recursos do Mailchimp:

  • Caso sua escolha seja migrar para o Mailchimp, familiarize-se com as ofertas do Mailchimp. Explore seus planos, modelos e ferramentas disponíveis para personalizar boletins informativos de acordo com suas preferências e público.

5. Migrar lista de assinantes:

  • Importe sua lista de assinantes para o Mailchimp. Garanta uma transição tranquila para que seu público continue recebendo suas newsletters sem problemas.

6. Recrie o conteúdo:

  • Se necessário, recrie qualquer conteúdo ou modelo base no Mailchimp para manter a consistência e a marca.

7. Teste e ajuste:

  • Antes de enviar novas newsletters via Mailchimp, faça testes para garantir que a formatação, os links e as imagens funcionem corretamente. Faça os ajustes necessários.

8. Utilize o suporte do Mailchimp:

  • Aproveite as vantagens dos recursos de suporte ao cliente do Mailchimp. Eles oferecem orientação e assistência para novos usuários na transição do TinyLetter.

9. Lembretes e atualizações:

  • Fique ligado nos e-mails de lembrete do Mailchimp no início de janeiro e meados de fevereiro, fornecendo dicas úteis e atualizações sobre o processo de transição.

10. Planeje com antecedência:

  • Planeje a programação de sua newsletter e a criação de conteúdo de acordo para acomodar o processo de migração, sem interromper a comunicação com os seus inscritos.

Seguindo essas etapas, os usuários do TinyLetter podem garantir uma migração tranquila para o Mailchimp, mantendo a presença do boletim informativo e aproveitando os recursos aprimorados e o suporte oferecido pela plataforma.

Serviços similares ao TinyLetter como alternativa

A substituição direta será difícil, já que, como mencionado, o atrativo principal do TinyLetter era sua facilidade de uso e o fato de que criadores de newsletters não precisavam de nenhum conhecimento técnico ou avançado para começar a usar a ferramenta.

O TinyLetter vai fechar: confira como exportar e migrar sua newsletter
O TinyLetter vai fechar: confira como exportar e migrar sua newsletter

Se o Mailchimp parece avançado ou complicado demais (como eu acho), aqui estão algumas plataformas alternativas de newsletter para você conhecer:

RD Station
O RD Station é uma plataforma de marketing digital completa que oferece uma variedade de recursos, incluindo marketing por e-mail, automação de marketing, análise de dados e CRM. Ele é uma boa alternativa ao TinyLetter para empresas que desejam mais recursos e flexibilidade.

ConvertKit
O ConvertKit é um serviço de boletim informativo projetado para criadores de conteúdo. Ele oferece recursos para ajudar os criadores a construir relacionamentos com seus assinantes, como automação de e-mail e conteúdo premium.

MailerLite
O MailerLite é um serviço de boletim informativo gratuito que oferece uma variedade de recursos, incluindo segmentação de assinantes, personalização de e-mail e análise de dados.

Brevo
O Brevo (ex-Sendinblue) é um serviço de boletim informativo que oferece uma variedade de recursos, incluindo marketing por SMS, chatbots e integrações com redes sociais.

HubSpot
O HubSpot é uma plataforma de marketing completa que oferece um serviço de boletim informativo. Ele oferece recursos para ajudar as empresas a gerenciar seu marketing por e-mail, incluindo automação de e-mail, análise de dados e relatórios.

Deixe um comentário

Fechar (X)