$ANDY: Que memecoin é essa que se parece com metade de uma dupla famosa?

Tem cantora brasileira metida com criptomoeda? Ou ainda, com memecoin? E tem a do irmão também?

Não é nada disso, mas a gente entende se você ficou confuso ao reparar nos Trending Topics do X no começo da noite desta quarta-feira (13/03). É que a sigla $ANDY virou um dos assuntos mais populares do Brasil e a comparação com a artista pop daqui é quase que imediata!

Na verdade, não tem nada a ver com incursão tecnológica da popstar na mesma seara do bitcoin… $Andy é uma memecoin lançada em 09/03 vinculada à rede de blockchain da Solana, plataforma dedicada a DApps, NFTs e ativos digitais, com a atual quinta maior criptomoeda negociada por investidores digitais.

Parcialmente inspirada por personagem que já virou memecoin bem famosa, Pepe, do cartoon “Boy’s Club”, de Matt Furie, a moeda digital foi lançada com capitalização de mercado de US$ 100 mil, desenvolvida por time de desenvolvedores dedicados a alçar a memecoin ao mesmo patamar da Pepe, vinculado ao bitcoin, ou da Brett, da rede Coinbase.

Veja também…

$ANDY nost trending topics, e não tem nada a ver com a cantora Sandy!
$ANDY nos trending topics, e não tem nada a ver com a cantora Sandy!

De acordo com seus fundadores, “$Andy pretende ser mais do que um meme; é um símbolo de comunidade, criatividade e do potencial máximo da imaginação coletiva”. Papo de memecoin, né?

A expressão $ANDY foi alçada à lista de tópicos populares na rede social por ter atingido, em menos de quatro dia, sete mil detentores até a noite de terça (13). Cabe agora acompanhar para ver se ela ganhará adesão, e quórum, como a inspiração mais famosa!

As memecoins são criptomoedas que se destacam pela sua origem em memes, piadas ou eventos virais. Geralmente, possuem pouco valor intrínseco e são impulsionadas principalmente pela especulação e pela comunidade que as apoia.

Essas moedas têm preços altamente voláteis e especulativos, o que pode resultar em perdas significativas para os investidores devido a flutuações imprevisíveis. Além disso, a falta de regulamentação no mercado das memecoins aumenta a probabilidade de fraudes, esquemas de pump and dump e hacks, deixando os investidores expostos a perdas substanciais.

A natureza descentralizada e muitas vezes anônima das transações de memecoins também pode dificultar a recuperação de fundos perdidos devido a falhas técnicas ou golpes. Portanto, é fundamental que os investidores compreendam os riscos envolvidos e realizem uma cuidadosa pesquisa antes de investir em qualquer criptomoeda.

Veja também…

Deixe um comentário