Fechar (X)

Sofia Vergara buscou coach de Margot Robbie para viver traficante na série “Griselda”, da Netflix

Sofia Vergara, conhecida por suas performances cômicas, se jogou nos desafios para surpreender o público em sua interpretação como a narcotraficante colombiana Griselda Blanco na série “Griselda”, da Netflix, que estreia nesta quinta-feira (25/01).

Em uma reviravolta dramática em sua carreira, Vergara mergulha em um papel complexo, distante de suas raízes humorísticas, como a inesquecível Gloria Pritchett em “Modern Family”. Em entrevista ao “Los Angeles Times”, ela compartilhou a busca por personagens desafiadores, brincando consigo mesma sobre as limitações de seu “estúpido sotaque”.

Enquanto se preparava para personificar uma líder do tráfico, Vergara reconheceu a necessidade de aprimorar suas habilidades de atuação. Sem treinamento formal, ela buscou a orientação da renomada coach de atuação, Nancy Banks, conhecida por colaborar com estrelas como Margot Robbie e Jennifer Aniston.

“Eu não tinha ideia do que significava ter um processo”, confessou Vergara. Essa jornada a levou a questionar: “O que o personagem precisa do outro? Do que meu personagem sonha? O que a faz rir?”

A atriz, acostumada a papéis humorísticos, admitiu sua insegurança antes das filmagens. “Na noite anterior ao primeiro dia de filmagem, eu estava sentada na sala e pensei, ‘Por que diabos eu pensei que poderia fazer isso?'” Vergara questionou sua capacidade de se transformar, receando que sua audiência não a reconhecesse além de Gloria Pritchett.

Contudo, ao adentrar as cenas como Griselda, a experiência tornou-se visceral. Vergara compartilha: “Era raiva e muitas coisas sobre minha criação, de onde venho e quem eu sou.” Revela uma conexão pessoal com o enredo, tendo crescido próximo ao mundo retratado na série. “Meu irmão estava nesse negócio. Eu conhecia essas pessoas. Compreendia [Blanco] porque, mesmo fazendo coisas horríveis, acham que estão fazendo o certo para as pessoas. É absurdo, sim, porque estão fazendo coisas terríveis, mas eu entendia a mentalidade.”

A transformação de Sofia Vergara em Griselda Blanco não é apenas uma mudança de gênero, mas uma exploração profunda de emoções e experiências. Ao desafiar suas próprias limitações, Vergara nos lembra da complexidade por trás de cada personagem e da riqueza que surge quando os atores ousam ultrapassar as fronteiras do familiar.

Deixe um comentário