Sobre ‘Love In This Club’

Eu confesso que tenho uma relação difícil com o Usher. Difícil no sentido de que eu não gosto muito da maioria de suas faixas, não agüento ver um clipe até o fim, odeio que comparem ele com qualquer lenda do soul ou R&B, mas sempre acabo de rendendo à alguma música haha!

Ele tá pra lançar seu quinto álbum, Here I Stand, no fim do mês que vem e o primeiro single chama Love in this Club. Não. Não é uma linda história de amor que começou na balada e durou a vida inteira, ou sobre como música faz as pessoas ficarem juntas, nada disso. É sobre make love in this club, como canta o refrão. Na faixa, o rapper Young Jeezy descreve inclusive onde ele quer fazer ‘on the couch, on the table, on the bar or on the floor’ , ou seja, deixa as sutilezas na chapelaria né?

O problema é que, com uns synthzinhos pra deixar modernoso, uma levada mais pra meio-tempo do que seu outro überhit Yeah, o refrão fácil (‘i wanna make love in this club, in this club, in this club, in this club) e sem tantos vocais melismáticos, dá pra dizer que quando “todo mundo” faz seu trabalho direito, Usher sempre acaba com um hit certeiro na minha cabeça. E dá até pra pensar que o Justin deve todo seu apelo urbano e hiphop a ele.

Agora, quando as coisas desandam, aí eu caio na hora na real e lembro do desastre genérico de My Boo, ou das lamentações exageradas de Confessions, seu álbum anterior. Pois amigos, a “parte 2” de Love In This Club é um exemplo de tudo que há errado com o Usher: drama romântico fácil da melodia junto com as gracinhas vocais que, ao lado ainda exibicionista-master Beyoncé, só dão dor de cabeça! Pra que mexer em time que já ganhou até um #1? Outra coisa, a faixa perde total a graça se tirar o Young Jeezy, viu.

Bom, vê o que você acha, nos links:

– o clipe de Love In This Club, que tem a participação da Keri Hilson, sabe, a que canta The Way I Are com o Timbaland (pensei agora em como tudo isso podia ser tão pior se ele entrasse na história);

– um vídeo do YouTube apenas com a música e a letra, pra quem não consegue ver o Usher também;

– o link para baixar o remix, com a Beyoncé e o Lil’ Wayne.

Na imagem lá em cima, um exemplo da sutileza do romantismo de Usher e a capa de Here I Stand.

Deixe um comentário