Rincon Sapiência @ Virada Cultural SP 2018. Foto: Instagram/@lionculturefilms
Rincon Sapiência @ Virada Cultural SP 2018. Foto: Instagram/@lionculturefilms

Terminada a programação do fim de semana dos dias 19 e 20.05 – com agenda da Virada Cultural SP, Festival Path e Virada do SESC -, compilo 7 ótimos cruzamentos da moda com a música vistos pessoalmente no roteiro (humanamente possível) que percorri. Na ordem!

#1: Caio Prado @ Festival Path 2018
O show do artista carioca (que também é parte do trio Não Recomendados) apresentou repertório baseado no segundo álbum (o ótimo Incendeia) no palco gratuito que o festival preparou na Praça dos Omaguás, em Pinheiros. No look, foco total para o colar parintinense da Potyra Acessórios. Mais detalhes e trechinho (alheio) do show no link >>>

#2: Luedji Luna @ Festival Path 2018
Segui ali no palco para assistir à apresentação da cantora baiana que nunca tinha visto em ação ainda. Ela chegou com tricozão colorido de impacto imediato – a peça é assinada por Heloisa Faria, nome no line up da Casa de Criadores que assina frequentemente os figurinos de Luedji. Está no e-commerce da marca; detalhes, mais cliques e trecho do show no link >>>

Luedji Luna, de Heloisa Faria, no Festival Path 2018. Foto: Instagram/@festivalpath.

#3: Tarado Ni Você @ Av. Consolação
De Pinheiros, corri rumo ao centro da cidade pra pegar a saída do bloco, desta vez com Caetano Veloso na banda. Do chão, notei as projeções nos prédios do percurso contra a PL do veneno, mas a mensagem estava também nas camisetas vestidas pelo artista, pela chef Bel Coelho, que puxa o movimento, e pela turma no trio. Lea T foi a musa da noite e vestiu Gustavo Silvestre.

Lea T, musa do Tarado Ni Você, de Gustavo Silvestre; Caetano Veloso com Bel Coelho contra a PL do veneno. Fotos: Instagram/@leat e @caetanoveloso.

#4: Letícia “Letrux” Novaes canta Madonna @ SESC Vila Mariana
Do meio do Tarado saí para o SESC Vila Mariana para ver a líder da banda Letrux deixar suas noites de climão de lado e entoar repertório de Madonna – a apresentação era parte da programação intensa que diferentes unidades do SESC ofereceram ao longo da Virada. Carioca, vestiu duas conterrâneas para o show: catsuit de Marta Reis sob vestido discoball da A.Brand. Animadona, abriu com Hung Up, pirou com Human Nature e puxou o coral do público mais animado que vi com Like a Prayer. Link pro look + trechinho da abertura no link >>>

#5: Veja Luz + Black Alien @ Parque da Juventude
Vencida a ressaca, comecei o domingo na Zona Norte, palco de encontros musicais da Virada Cultural. O primeiro foi o da banda de reggae com o rapper Black Alien, que carregou no look a capa de seu álbum mais repercutido, Babylon by Gus, volume 1: o ano do macaco. A arte foi levada à roupa pela Colex, expert em merch na R. 24 de maio, em São Paulo; online, você encontra ainda a versão regatinha do print >>>

#6: Rael + Iza @ Parque da Juventude
Segui no palco (perfeito) do parque para o encontro seguinte, do cantor/rapper com a mulher-sensação Iza (e que mulher!). Ele vestiu a camisa do seu selo, a Laboratório Fantasma; ela, conjunto brilhante de agasalho por Andressa Salomone.

Iza e Rael no Parque da Juventude para a Virada Cultural 2018 (ela de Andressa Salomone, ele de LAB). Foto: Instagram/@rosendophotography @leonardorosendo__

#7: Rincon Sapiência @ Largo São Bento
A corrida aqui valeu a pena. Rincon encerrou o palco RAP Nacional com show lotadíssimo no centro de São Paulo. A sequência de hits iniciada por  A Coisa Tá Preta e encerrada pela incendiária Ponta de Lança fez (literalmente) o chão tremer. A dobradinha dele com a finada Cemfreio teria sido perfeita, mas, na ausência desta, fica a sugestão para que a camiseta com logo de pixo vestida pelo artista ganhe venda JÁ, todo mundo pede no insta. Que final!

Tem mais trechinhos no Twitter: @gugatraum. E que venha a próxima Virada! Para dicas de novos programas, acesse a Agenda TRAUM.





%d blogueiros gostam disto: