Rihanna, de Marques’Almeida

Rihanna vesta Marques'Almeida inverno 2016. Foto via AKM-GSI.
Rihanna veste Marques’Almeida inverno 2016. Foto via AKM-GSI.

Em fevereiro deste ano, um grupo considerável de jornalistas e convidados pegou metrô e trem para desembarcar na estação Kensington, em Londres. Dali, uma caminhada rápida de quase três quarteirões terminava no Olympia West, espaço de eventos que recebeu o desfile de inverno 2016 da Marques ‘ Almeida. A marca é tocada por Marta Marques e Paulo Almeida, estilistas portugueses reunidos no lendário mestrado em moda da Central Saint Martins. Em 2011, a grife caiu no radar afiado do Fashion East, ganhou passe para a semana de moda londrina e firmou o jeanswear brutão que se tornou característico do duo.

Eu cheguei na locação do desfile algumas horas antes do show. Na primeira temporada internacional de cobertura pela TRAUM, meu passe era livre apenas no backstage para a cobertura de beleza, ali capitaneada pelo todo-poderoso da M.A.C. Cosmetics Terry Barber (relembre aqui). Na chegada à área interna peguei o início do ensaio: a passarela era no meio de um galpão enorme, frio e escuro com exceção da área cercada por bancos redondos que delimitavam, junto com as luzes, a passarela sinuosa. Tocava Beyoncé, seu neohit Formation, logo seguido por Consideration, da Rihanna, em mix animado.

Marques ' Almeida inverno 2016
Marques ‘ Almeida inverno 2016. Foto via Vogue Runway.

Depois da função oficial (que incluiu uns cliques não-permitidos das modelos prontas), pensei em como poderia me esconder num canto escuro do espaço para enrolar até que o desfile começasse. O plano deu certo até que, imediatamente antes do início do show, fui descoberto por um dos seguranças e conduzido até a saída (minha, entrada para todos os que chegavam em cima da hora) enquanto a primeira faixa da trilha sonora ganhava play. Primeira vez em semana de moda gringa tem dessas.

Se meu disfarce tivesse dado certo, eu teria assistido à entrada de número 20 da coleção desfilada, composta pelo look que Rihanna exibiu na tarde desta sexta-feira (29.07) em Paris, registrado no flagra acima.

A combinação é boa porque une a inspiração das garotas saidinhas da marca com a presença de Rihanna, a popstar dona de maior credibilidade na hora de apostar em look de alto fashionismo. Ele serve como síntese boa da linguagem da Marques’Almeida ao unir inspiração na camisaria tradicional, aqui reconfigurada em um conjunto de top e saia, e dose potente de rebeldia nas barras irregulares, nos babados desalinhados e nos punhos exagerados que referenciam as mangas alongadas do momento.

Quem sabe o segurança não me descobre na próxima vez.